Ponto de Vista

Bert Hellinger, psicanalista alemão, tem a mágica da síntese.

Do livro “Liberados somos concluídos” (Ed. Atman 2006, trad. Rainer Brockerhoff):

Os pequenos presentes unem, os grandes, separam.

Sem esperança se tem tudo.

Muitas vezes a boa solução é difícil, pois nos faz perder a importância.

Esquecer completa.

A morte nunca chega cedo demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *