Microconto (140 caracteres) — Bagagem

Perdeu a mala amarela. Desespero. Sem saltos, maquiagem. Aí com poucas peças chinelinhos sentiu leveza. Asas. Corpo livre. Amou pela 1ª vez.

Copyright©2013 Maria Brockerhoff

Microconto (140 caracteres)

Eva sofreu dois partos. Primeiro o das Escrituras. No outro rasgou em si o apego insano à cria. Neste dia, cresceram-lhe as asas e leve voou.

Copyright©2011 Maria Brockerhoff

Microconto de Natal (140 caracteres)

O êxtase do amor tem o condão de transpor o leito de folhas dos amantes, no meio da mata, para o dos rios de leite e mel da terra prometida.

Copyright©2010 Maria Brockerhoff

Microconto (140 caracteres)

Numa sexta ensolarada o meu amor partiu. O mundo em cacos. Agora desconfio dos dias azuis; quem sabe escondem um desfecho em preto e branco?

Copyright©2010 Maria Brockerhoff

Microconto (140 caracteres)

Correria no ponto de ônibus, empurrões, o velho caiu. Seu mundo escureceu. Lá no fundo uma fresta: um sorriso quente atrás da mão estendida.

Copyright©2010 Maria Brockerhoff

Microconto (140 caracteres)

A escravidão do milênio. O servo obediente interrompe o jantar, o diálogo, até o amor. Reage ansioso ao sinal: pois não, meu senhor celular!

Copyright©2010 Maria Brockerhoff

Microcontos (140 caracteres)

As crianças são terreno fértil; recebem indiscriminadamente presentes, honras, mercês, agrados, lisonjas, exceto limites. Crescem ditadores.

Guarda-velhos: clínicas onde filhos depositam os pais. Espoliados da esperança e sugados pela ambição. Juízes cúmplices concedem interdição.

O preso cabisbaixo. Policiais enxotaram todos do velório. Silêncio de pedra. Mãos algemadas às costas. O rapaz roçou o rosto na face da mãe.

Copyright©2010 Maria Brockerhoff