Impressões de Viagem: Dallas, Texas

36°C pela manhã; muito calor… seco, ainda bem!

A cidade é plana, limpa, esparramada em ruas largas. Apenas no centro, há alguns edifícios altos e modernosos.

É uma pena nossas cidades brasileiras, cheias de blocos de cimento. Faz uma grande diferença ter o horizonte à vista. É poderoso anti-estresse. 🙂

Visitamos o Dallas Arboretum às margens de um grande lago. Este jardim botânico é muito bem cuidado, com cascatas, fontes, esculturas. É um belíssimo oásis. Lá os “seniors” fazem trabalho voluntário na recepção, nos carrinhos que transportam visitantes, e em outras atividades; são amáveis e sorridentes.

Interessante, também, em Miami, onde os velhinhos simpáticos estão nos balcões de informação do aeroporto, prestativos e eficientes.

Dallas lembra muito Palmas/Tocantins; é uma cidade para veículos, não se vêem pedestres nem transportes coletivos.

É bem arborizada, porém ainda não suficientemente sob o sol escaldante. A compensação se faz com o ar condicionado gelado em todos os ambientes.

O atendimento em lojas, restaurantes, hotéis e museus é muito bom. As pessoas cumprimentam-se, a conversa “rende”…

O trânsito flui muito bem, motoristas obedientes! 🙂

O comércio é variadíssimo, bem movimentado com malls luxuosos.

A viagem já traz os benéficos efeitos colaterais: a sensação de estar livre de quaisquer amarras; de ter todo o tempo à disposição; e o sossego absoluto de conhecer ninguém…

One thought on “Impressões de Viagem: Dallas, Texas

  1. Sonia

    Olá amigos de longe…

    Que bom que está tudo bem com vocês aí em Dallas.

    Nós,aqui, pobres tupiniquins, curtindo a ressaca de casório,visitas e as vitórias do Brasil na Copa.

    Até mais
    beijos
    Sonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *